Como um Bom Design Pode Destacar Seu Negócio

Você provavelmente já ouviu falar do Design e como ele é uma ferramenta poderosa para que sua empresa se torne referência e seja visualmente marcante. Entretanto, quando se fala em design, na maioria das vezes o senso comum limita-se à criação de artes, contudo, ele é um conceito muito mais extenso que une estilo e usabilidade para criar belas e práticas soluções para determinado problema.

O que é Design?

O International Council of Graphic Design Associations (ICOGRADA) define: “O design é uma disciplina de estudo e prática focada na interação entre uma pessoa -um ‘usuário’- e o ambiente feito pelo homem, levando em consideração fatores estéticos, funcionais, contextuais, culturais e sociais. Como uma disciplina formalizada, o design é uma construção moderna”.
Logo, todo o trabalho que diz respeito a identidade visual como a construção do Branding, criação de elementos visuais (logomarcas, por exemplo), interface para websites e redes sociais, entre outros, estão englobados no que chamamos aqui de Design.

BRANDING: A identidade da sua empresa!

Observe a seguinte imagem que separamos de uma marca:
Provavelmente você deve ter associado essa combinação de cores e formas à Coca-Cola, o que mostra o quanto essa marca está consolidada na nossa memória visual. Para além disso, a marca fixa sempre a mensagem de “felicidade”. Essa palavra está sempre retratada nas campanhas da Coca-Cola em frases como “momentos felizes” ou “abra a felicidade”. Ela é uma marca que se tornou referência em estratégias de branding ao passar dos anos e isso tudo foi essencial para sua posição de destaque durante todo esse tempo.
Branding é o que consolida a relação entre o cliente e a empresa, fomentando uma boa reputação por parte da empresa e deixando-a cada vez mais próxima de quem vai consumir seu produto. É uma atividade estratégica de planejamento e vai muito além da identidade visual, pois inclui os valores que estão relacionados ao que esses elementos visuais representam. Entretanto, a identidade visual é uma parte essencial da construção de um branding, pois é como ela é vista, desde seu logotipo até suas cores, como exemplificamos com o caso da Coca-Cola. Um bom impacto visual pode ser muito poderoso.
 
O conteúdo visual tende a engajar muito mais nas redes sociais do que conteúdo por escrito. As imagens e recursos visuais, no geral, estão se tornando a “linguagem universal”. Com isso, não é de se surpreender que uma das redes sociais com maior crescimento é o Instagram, pois utiliza elementos visuais como principal recurso. Para além do Instagram, de acordo com dados fornecidos pelo próprio Facebook, as postagens da rede social que possuem imagens geram mais engajamento (quase 40% mais interação) do que aquelas sem imagens. Isso reforça a importância de uma boa estrutura visual de uma empresa. 

UI VS UX

Tanto o UX e o UI são de extrema importância para um bom design e, apesar de ambos serem trabalhos complementares entre si, são usados para objetivos distintos durante o desenvolvimento de produto, com processos diferentes.
UX Design significa User Experience Design (ou em português, Design de Experiência do Usuário). O UX design usa ferramentas como pesquisa e personas (que é a personificação do público ao qual a empresa se direciona) para identificar pontos importantes e dores ao longo da experiência com determinado produto. O profissional que trabalha com isso estuda e planeja como o usuário se sentirá ao usar interface, pensando nas experiências e emoções do mesmo ao interagir com o produto.
UI design significa design de interface de usuário (ou português, design de interface de usuário). O UI design é responsável por transferir os efeitos visuais da marca para a interface do produto, mantendo a experiência do usuário em mente. Os designers de UI estão mais conectados com a camada de design real. É ele quem cria e estiliza os menus, botões e todos os componentes que possibilita esse uso.
Ao implementar UX e UI em seus projetos, tem-se a geração de alto valor para o público, maior probabilidade de engajamento e o fortalecimento de sua marca. Portanto, a qualidade do trabalho de UI e UX é uma ferramenta poderosa para os projetos de hoje.

DESIGN PARA PEQUENA E MÉDIA EMPRESA, VALE A PENA INVESTIR?

A resposta é: com certeza!
 
Robert Brunner, fundador da Ammunition e autor do livro Do You Matter: How Great Design Will Make People Love Your Company“, discorre sobre: “Quando duas ou mais pessoas têm o mesmo sentimento, você tem uma marca. Essa sensação é obtida por meio do design inteligente, que cria as experiências que as pessoas têm com a marca”. Logo, um bom design alinhado às demais áreas do seu negócio, criam uma imagem da empresa bem consolidada, de maneira que a possibilita se tornar referência na área. Sim, vale a pena investir no design de pequenas empresas para que posteriormente elas se tornem empresas de destaque!
 
 
Texto por: Millena de Abreu Queiroz – Assessora de Marketing
 
 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: