Processos seletivos gamificados e o que você precisa saber sobre eles

Ter um alto nível de engajamento nos processos de recrutamento é algo essencial para seu sucesso, logo um processo seletivo gamificado é certeza de resultado! Mas antes de saber os benefícios e ver exemplos práticos dessa aplicação é melhor você entender porque utilizá-la…

Por que gamificar um processo seletivo ou de recrutamento?

O processo seletivo é uma fase de extrema importância no mundo empresarial, pois é ele que define quem serão as pessoas responsáveis pelo futuro da empresa, então é algo que deve ser feito com bastante planejamento e precisão.
 
Tanto para atrair pessoas que têm o perfil ideal para a empresa, quanto para ter uma grande adesão de pessoas interessadas em se inscrever no processo seletivo, utilizar artifícios diferentes dos padrões adotados são muito importantes.
 
Coisas como a linguagem utilizada para a divulgação do processo, as técnicas utilizadas na entrevista, demonstrar com clareza quais são as perspectivas da empresa, dinâmicas realmente efetivas e que façam com que a empresa consiga coletar informações relevantes dos participantes, entre vários outros fatores.
 
Como visto, o processo seletivo é fundamental para o crescimento de um empresa, e por que não utilizar a gamificação nessa etapa para aumentar e melhorar a captação de novas pessoas?
 
No contexto do recrutamento, a gamificação implica na criação de testes de QI e de personalidade divertidos — ou ao menos melhores do que as ferramentas tradicionais de avaliação, que podem ser extensas e cansativas.
Os participantes resolvem quebra-cabeças ou completam desafios para conquistarem pontos e medalhas. O objetivo de melhorar a experiência do usuário dessa maneira é aumentar a taxa de respostas” – Thomas Chamorro-Premuziv, CEO da Hogan Assessments e professor de Psicologia dos Negócios.

Benefícios da gamificação

Com a gamificação é possível melhorar desde a fase da divulgação até a parte da escolha dos aprovados. Isso se dá devido às técnicas específicas para cada perfil de player, que são as pessoas que você quer alcançar com a gamificação, ou seja, analisando o público-alvo que a empresa quer atingir e agindo de acordo com ele.
Fazendo essa análise, é possível criar um processo seletivo mais eficiente, no qual é possível entender melhor os participantes e mostrar a eles as oportunidades que terão ao crescer juntos a empresa.
 
Diversas empresas, como à IKEA, Deloitte e até a Nestlé, passaram a utilizar da gamificação em seus processos seletivos devido aos benefícios que ela traz na hora de escolher candidatos, principalmente os que integram a chamada geração Y.
 
A Nestlé, por exemplo, desenvolveu um aplicativo gamificado que avaliava os candidatos a partir de desafios relacionados à realidade da empresa. Essas atividades geravam mais engajamento e um melhor feedback sobre as habilidades técnicas e comportamentais do participante.
 

Cases de sucesso da Orc'estra!

 
Um dos trabalhos de processo seletivo da Orc’estra Gamificação foi para a empresa Nutrir Consultoria em Nutrição, os objetivos principais da gamificação foram:
  • Aumentar o número de inscritos no processo seletivo;
  • Fomentar a cultura organizacional;
  • Engajar o público-alvo.
Durante o desenvolvimento todos os objetivos foram cumpridos. O crescimento foi tanto que o processo gamificado superou os últimos 3 que haviam sido realizados pela empresa. Todos dos inscritos estavam interessados em conhecer, entender melhor a empresa e estavam muito animados para começar a interagir e a trabalhar.
 
Além disso, as dinâmicas foram voltadas para o público-alvo determinado pela Nutrir, assim, os inscritos aproveitaram bastante toda a experiência desse processo, e ainda se envolverem com maior espontaneidade e naturalidade.
O sucesso dessa gamificação se deu principalmente pela escolha
de um tema relacionado à realidade da empresa, e a análise precisa de sobre como alcançar o público com o perfil ideal. 
 
“A gente teve uma resposta muito boa deles, tanto dos membros efetivos, quanto dos trainees, falaram que a dinâmica que vocês criaram foi super legal, eu estou vendo que essa gamificação trouxe uma motivação a mais não só para os trainees, mas também para a Direx (Diretoria Executiva).
 
Sem dúvida está sendo o melhor PS/PT que a Nutrir já teve, de verdade, a gente vê que os trainees estão bem alinhados com tudo que a gente está propondo.
 
A gente fez um treinamento no sábado, de gestão de tempo, a maioria da galera que estava lá era trainee e a gente fez um piquenique hoje no parque também, e eles tavam muito em peso também. Mas assim, a gente tá muito feliz, sem dúvidas a gente vai continuar trazendo essa pegada para o próximo PS/PT.”
– Vanessa de Jesus, Diretora de Operações na Gestão de 2019 da Nutrir Consultoria em Nutrição.
 
Ficou interessado? Veja nossa área de Processo Seletivo e Processo Trainee. E para mais exemplos de aplicações dessa técnica, visite nosso portfólio!
 
Para saber mais sobre gamificação e seus benefícios fique a vontade para navegar pelo blog, nos seguir nas redes sociais (Linkedin, Instagram e Facebook), ouvir nosso podcast
ou entrar em contato conosco!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: